O site da Cabral Moncada Leilões utiliza Cookies para proporcionar aos seus utilizadores uma maior rapidez e a personalização do serviço prestado. Ao navegar no site estará a consentir a utilização dos Cookies.Saiba mais sobre o uso de cookies
view_list
Ver como lista
view_module
Ver como cartões

euro_symbol€ 2,500 - 3,750 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado

euro_symbol€ 2,500 - 3,750 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado

euro_symbol€ 6,000 - 9,000 Base - Estimativa

gavel€ 6,000Vendido

euro_symbol€ 50,000 - 75,000 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 50,000Retirado - Vendido no pós leilão

euro_symbol€ 30,000 - 45,000 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 0Retirado - Disponível para compra

euro_symbol€ 22,000 - 33,000 Base - Estimativa

gavel€ 27,000Vendido

182

LAS CASAS, D. Frei Bartholomé de, O.P.- ISTORIA | ò Breuissima Relatione | DELLA DISTRVTTIONE | dell'Indie Occidentali | [...]
LAS CASAS, D. Frei Bartholomé de, O.P.- ISTORIA | ò Breuissima Relatione | DELLA DISTRVTTIONE | dell'Indie Occidentali | [...] | Conforme al suo vero Originale Spagnuolo già stampato in Siuiglia. | Tradotta in Italiano dall'Eccell. Sig. Giacomo Castellani,| già sotto nome di Francesco Bersabita...- In Venetia: Presso Marco Ginammi, 1643.- [8], 149, [2] p.; 21 cm.- E. Tradução italiana da obra mais conhecida de Las Casas, terrível libelo contra os processos das «encomiendas» dos índios, por parte dos colonos espanhóis e que veio a provocar a publicação das Novas Leis das Índias, protegendo os indígenas. Numerosas referências a Cuba, Argentina, Perú, Guatemala, Venezuela, etc. Las Casas (1474/84-1566), lutador infatigável contra a opressão de que foram vítimas os índios americanos, considerado um percursor do abolicionismo, além de ter sido bispo de Chiapas (Guatemala), foi protegido do Cardeal Cisneros que o nomeou Procurador Universal e Protector dos Índios e obteve de Carlos V diversas medidas legislativas para a sua protecção. Texto bilingue, impresso a duas colunas, em italiano e castelhano. As últimas duas páginas são uma lista das obras impressas por Marco Ginammi. No verso do rosto: carimbo de biblioteca de um colégio da Companhia de Jesus e grande(!) ex-líbris de Diogo de Mello colado sobre carimbo não identificado. Pertence manuscrito na página de rosto, um pouco manuseada. Exemplar levemente aparado, com ligeira acidez. Encadernação em pergaminho flexível, não original (reaproveitada), com guardas novas. Palau, 46955 (para a primeira edição italiana de 1626). Salvá, 3286.

euro_symbol€ 600 - 900 Base - Estimativa

gavel€ 1,100Vendido

183

BYRON, Com. John.- Viaje del Comandante Byron al rededor del Mundo, hecho ultimamente de orden del Almirantado de Inglaterra: en la qual se da noticia de varios paises de las costumbres de sus habitantes, de las plantas, y animales estraños...
BYRON, Com. John.- Viaje del Comandante Byron al rededor del Mundo, hecho ultimamente de orden del Almirantado de Inglaterra: en la qual se da noticia de varios paises de las costumbres de sus habitantes, de las plantas, y animales estraños... / traducido del Ingles por el Doct. Don Casimiro de Ortega...- Segunda edicion, en que se añade el Resumen Historico del viage emprendido por Magallanes...- En Madrid: En la Imprenta Real de la Gazeta, 1769.- [16], 176, [12], 55, [1 br.] p.: 1 gravura, 1 mapa desdobr.; 20 cm.- E. Segunda edição da tradução espanhola, publicada apenas dois anos depois da edição original inglesa (a primeira edição espanhola foi publicada no mesmo ano da segunda). A obra relata a viagem à volta do mundo do navegador inglês John Byron (1723-1786) que, entre 1764 e 1766 comandou a fragata Dolphin, acompanhada pela fragata Tamer, pelo Oceano Pacífico, em busca de novos continentes, tendo regressado a Inglaterra menos de dois anos depois da sua partida. O tradutor incluiu no final um “Resumen histórico del primer viaje hecho al rededor del mundo, emprendido por Hernando de Magallanes, e llevado felizmente á termino por el famoso capitan español Juan Sebastian del Cano”, com rosto próprio, a seguir à página 176. Na sua obra, Byron destaca o encontro com os gigantes da Patagónia, na Tierra del Fuego (representado na gravura junto ao rosto), já anteriormente mencionados pelo navegador português, mas nunca confirmados cientificamente. O mapa desdobrável representa com minúcia o referido Estreito de Magalhães. Exemplar muito limpo, revestido de encadernação da época, inteira de pergaminho flexível. Palau, 38230. Borba de Moraes, p. 138.

euro_symbol€ 1,000 - 1,500 Base - Estimativa

gavel€ 1,400Vendido

184

NOBRE, António.- Só
NOBRE, António.- Só.- Paris: Léon Vanier, 1892.- [8], 157, [2] p.; 23 cm.- E. Edição original de um dos mais célebres livros da poesia portuguesa do século XIX, cuja tiragem foi limitada a 230 exemplares, impressos em papel de linho. António Nobre (1867-1900), poeta ultra-romântico e decadentista, natural do Porto, foi igualmente influenciado pelo simbolismo francês do qual foi um dos percursores em Portugal. Único livro de poesia publicado durante a curta vida autor que viria a morrer de tuberculose aos 32 anos. Exemplar com dedicatória do autor (na guarda volante): Ao Sr. Doutor Antonio Candido homenagem de Antonio Nobre. Pariz, 12 de Abril, 1897. 21. rue Valette. Inclui ainda duas folhas de provas tipográficas (granel) com correcções que tudo leva a crer possam ser da mão do autor, correspondento a parte das pág. 5 e 6 (Corujas piando... — Entre herva sedenta...) e do final da pág. 8 até à 2ª linha da pág. 10 (Uzava uma bluza... — Aos tristes cazaes!). Exemplar sem capas de brochura e levemente aparado, com prejuízo tangencial de uma letra da dedicatória. Ex-líbris de Emílio Monteiro e selo branco heráldico da Casa da Calçada, em Amarante, no anterrosto. Encadernação recente, inteira de chagrin vermelho, com etiqueta de A. David (Lisboa); planos profusamente trabalhados a ouro, com cercaduras concêntricas, título gravado a ouro ao centro do plano superior (florão no posterior), roda nas seixas e na espessura das pastas e corte das folhas dourado. Proveniência: Silva’s/Pedro de Azevedo, Maio de 1990, lote nº 1016, o mesmo exemplar.

euro_symbol€ 1,200 - 1,800 Base - Estimativa

remove_shopping_cart€ 1,200Retirado - Vendido no pós leilão

185

BURNETT, William Hickling.- Burnett's views of Cintra...
BURNETT, William Hickling.- Burnett's views of Cintra.- London: published by Josh. Dickinson, s.d.- [14] litografias coloridas; 49 cm.- E. O autor (ca. 1800-ca. 1870), pintor e desenhador inglês, viajou por Portugal, Espanha, Itália, Egipto, Tânger e Escócia, onde recolheu composições que, posteriormente, foram passadas à pedra, no presente caso por Charles Joseph Hullmandel, com estúdio litográfico activo em Londres entre 1819 e 1850. O título e pé de imprensa foram retirados da capa de brochura (certamente de um dos fascículos), que se conserva intacta, uma vez que a edição não apresenta folha de rosto (nunca foi impressa). O volume é constituído por: uma capa (a superior), uma folha com dedicatória a Guilherme IV e 14 litografias coloridas à mão, impressas pelo processo de chine-collée, com a seguinte subscrição: Drawn from nature & in stone by Wm. H. Burnett — Printed by C. Hallmandel. A ordem das estampas pode variar em cada exemplar. Este apresenta a seguinte: 1 - Cintra; 2 - Cintra from the East; 3 - The Market Place; 4 - Entrance to Cintra; 5 - The Convent of the Penha Longa; 6 - The Convent of N.ª S.ª da Penna; 7 - General View of Cintra; 8 - Cintra from the West; 9 - The Cork Convent; 10 - A part of the Palace; 11 - An old Chapel of the Moorish Castle; 12 - The Church of Cintra; 13 - A distant View of the Penna Convent; 14 - Entrance to the Penna. Estampas, muito limpas, montadas em carcelas, conservando grande frescura. Encadernação recente, inteira de marroquim, assinada Victor Santos, com triplo filete em cercadura a ouro nos planos, gravação no plano superior e lombada lisa, ao gosto da época; roda dourada nas seixas e o corte das folhas dourado à cabeça; estojo de protecção. Duarte de Sousa, II, 117.

euro_symbol€ 1,600 - 2,400 Base - Estimativa

gavel€ 1,600Vendido

186

JESUS, Frei Rafael de, O.S.B.- CASTRIOTO | LVSITANO | PARTE I. | ENTREPRESA, E RESTAVRAÇAÕ | de Pernambuco; & das Capitanias Confinantes. VARIOS, E BELLICOS SVCCESSOS CASTRIOTO...
JESUS, Frei Rafael de, O.S.B.- CASTRIOTO | LVSITANO | PARTE I. | ENTREPRESA, E RESTAVRAÇAÕ | de Pernambuco; & das Capitanias Confinantes. VARIOS, E BELLICOS SVCCESSOS CASTRIOTO | ENTRE PORTUGUEZES, E BELGAS. | ACONTECIDOS PELLO DISCURSO DE VINTE E QUATRO ANNOS, E | tirados de noticias, relações, & memorias certas.- Lisboa: Na Impressaõ de Antonio Craesbeeck de Mello, 1679.- [18], 701, [47] p.: 1 portada grav.; 27 cm.- E. Edição original de uma obra baseada no manuscrito da «Historia da guerra de Pernambuco e feitos memoraveis do Mestre de Campo João Fernandes Vieira», da autoria de Diogo Lopes Santiago, que apenas veio a ser publicado em 1875-1880. Na realidade, trata-se de um elogio de Vieira, apelidado de Castrioto em alusão ao herói e rei albanês Jorge Castrioto, à época figura muito popular em Portugal. O autor (1640-1693), monge beneditino, natural de Guimarães, foi cronista-mor do Reino, cabendo-lhe redigir a sétima parte da «Monarquia Lusitana». O volume conserva, no início, a portada gravada a talhe-doce, com o retrato do biografado, um pouco aparado e manuseado. Exemplar ligeiramente aparado, com carimbo oval (iniciais J.F.J.B.) no rosto tipografado; ocasionais cortes de traça menores e manchas ligeiras, sobretudo marginais. Restauros nas últimas quatro folhas do Index. Encadernação do século XX, com a lombada em carneira. Inocêncio, VII, p. 48. Samodães, 1632. Borba de Moraes, p. 427 (rare). Auvermann, 1062.

euro_symbol€ 600 - 900 Base - Estimativa

gavel€ 1,200Vendido

187

FREIRE, Francisco de Brito.- NOVA | LUSITANIA, | HISTORIA DA | GUERRA | BRASILICA | A | PURISSIMA ALMA...
FREIRE, Francisco de Brito.- NOVA | LUSITANIA, | HISTORIA DA | GUERRA | BRASILICA | A | PURISSIMA ALMA | E | SAVDOSA MEMORIA | SERENISSIMO PRINCIPE | DOM THEODOSIO | PRINCIPE DE PORTVGAL, | E | PRINCIPE DO BRASIL. | POR | FRANCISCO DE BRITO FREYRE. | DECADA PRIMEIRA.- Lisboa: Na Officina de Joam Galram, 1675.- [16 (i. é 14)], 460, [8], 64, [39, 1 br.] p.; 30 cm.- E. Exemplar de trabalho da edição original de uma obra de capital importância para a história do Brasil, nomeadamente no período de 1630 a 1638. O autor (ca. 1625-1692) foi almirante da Esquadra Portuguesa no Brasil e governador de Pernambuco (1661-1664), o que lhe permitiu descrever os acontecimentos em primeira mão, tendo igualmente tido acesso a extensa documentação quer portuguesa, quer holandesa. A edição inclui um frontispício alegórico gravado, em falta no presente exemplar. Encerra ainda a «Viage [sic] da Armada da Companhia do Commercio, e Frotas do Estado do Brasil», com rosto próprio, datado de 1655 ([8], 64 p.). O último grupo de 39 páginas inumeradas, corresponde ao índice. O exemplar igualmente apresenta a falta da segunda folha preliminar (início da dedicatória) e alguns defeitos graves, sendo os principais os seguintes: rosto espelhado e com manchas e graves restauros, extensíveis às duas folhas seguintes; últimas duas folhas com restauros menos profundos, sobretudo na margem externa. As restautes folhas apresentam-se aparadas, mas limpas e sem defeitos assinaláveis. Encadernação do século XIX(?), inteira de carneira. Inocêncio, III, p. 361. Borba de Moraes, p. 324/326 (rare). Samodães, 484. Auvermann, 1051. Arouca, F 187.

euro_symbol€ 600 - 900 Base - Estimativa

gavel€ 900Vendido

euro_symbol€ 1,600 - 2,400 Base - Estimativa

gavel€ 3,200Vendido

189

[COMPANHIA DE JESUS].- DIVERSI AVISI | PARTICOLARI DALL'INDIE | di Portogallo, riceuuti dall'anno 1551. | fino al 1558. dalli Reuerendi padri | della compagnia di GIESV. | DOVE S'INTENDE DELLI PAESI, | delle genti, & costumi loro, & la grande con- | uertione di molti popoli, che hanno | riceuuto il lume della santa sede, | & religione Christiana. | Tradotti nuouamente dalla lingua Spagnuola nella Italiana.- In Venetia: per Michele Tramezzino M D LXV. [1565].- [8], 294 f.; 14 cm.- E.
Reedição veneziana de um conjunto de 54 cartas enviadas por missionários jesuítas, principalmente do Brasil, mas também da Índia, Congo, Japão e China, entre 1551 e 1558, ao geral da Companhia (algumas ao próprio Inácio de Loyola) e aos seus irmãos de Portugal. A edição, publicada por iniciativa de Michele Tramezzino (impressor do primeiro mapa de Portugal), é dedicada à duquesa de Urbino, Vittoria Farnese della Rovere e inclui 53 cartas enviadas de numerosas paragens, não só orientais, como ocidentais, nomeadamente Goa, Malaca, Ormuz, Pernambuco, São Vicente, São Salvador, Cochim, etc. Salientam-se missivas de São Francisco Xavier, Pe. Luís Fróis, Pe. Manuel da Nóbrega, etc. Exemplar levemente aparado, mas limpo, apenas com ocasionais pequenas manchas, revestido de encadernação recente, inteira de pergaminho. Proveniência: leilão 34, Silva’s/Pedro de Azevedo, de Dezembro 1999, lote 360 (o mesmo exemplar). STC (Italia), 349. Cordier, p. 48. Palau, 74650 (para a 1ª edição de 1558: Se cita otra tirada por el mismo editor pero 1565, que no hemos visto). Borba de Moraes, p. 60.

euro_symbol€ 2,000 - 3,000 Base - Estimativa

gavel€ 2,200Vendido

190

ALVAREZ DE COLMENAR, Juan.- Les delices de l’Espagne & du Portugal, où on voit une description exacte des antiquitez, des provinces, des montagnes, des villes, des rivieres, des ports de mer, des forteresses, eglises, academies, palais, bains, &c...- A Leide: Chez Pierre Vander Aa, 1715.- 6 tomos em 2 vols.: il.; 16 cm.- E.
Exemplar da edição de pequeno formato, em seis tomos (encadernados em três volumes), de uma obra muito popular sobre os países ibéricos, provavelmente da autoria de um francês que terá utilizado um pseudónimo espanhol. Os seis tomos apresentam a seguinte colação: I - [28], 216 p.: 1 portada, 1 dedicatória grav., 15 grav.; II - [4], pp. 217 a 392: 1 portada grav., 50 grav.; III - [4], pp. 393 a 507, [1 br.]: 1 portada grav., 48 (i. é 47) grav.; IV - [4], pp. 509 a 688: 1 portada grav., 18 grav.; V - [4], pp. 689 a 816: 1 portada grav., 21 grav.; VI - [4], pp. 817 a 672 [i. é, 972], [50] p.: 1 portada grav., 10 grav. Cada um dos tomos inclui um frontispício gravado duplo. Conjunto com falta da gravura 61 (vol. II, p. 348) e falha de suporte na margem externa da primeira folha de texto do tomo IV (p. 509/510, sem afectar o texto). De resto, um exemplar sólido, levemente aparado e com ligeira acidez, conservando 165 das 166 gravuras, de acordo com o índice do tomo VI. No final do último tomo, com rosto próprio, um catálogo dos livros, mapas e gravuras publicados pelo editor em França, Alemanha e Inglaterra (48 p.). Ex-líbris de Gustavo R. A. Cudell. Encadernações da época, inteiras de carneira, com algum desgaste, com falta das guardas volantes. Duarte de Sousa, 166. Palau, 9590. Auvermann, 1146.

euro_symbol€ 800 - 1,200 Base - Estimativa

gavel€ 800Vendido

Mensagem