O site da Cabral Moncada Leilões utiliza Cookies para proporcionar aos seus utilizadores uma maior rapidez e a personalização do serviço prestado. Ao navegar no site estará a consentir a utilização dos Cookies.Saiba mais sobre o uso de cookies
pt language
lock_openLogin / Registe-se

CAROS AMIGOS,

É com muito gosto que lhes apresentamos o catálogo do nosso Leilão 186: um leilão especial, de duas sessões, abrangendo um conjunto alargado de bens de particular qualidade, raridade e antiguidade.

Uma notável salva Manuelina, em prata dourada de 900/1000, portuguesa, com marcas, do início do séc. XVI, ilustra a capa (lote 700).

Como se sublinha no texto que lhe é dedicado e para que se remete, com um centro elevado em torno de um medalhão central “São Jorge a cavalo matando o dragão” e uma profusa decoração com “Ânforas clássicas”, “Dragões e outros animais fantásticos”, “Folhagem”, numa cerca de “Cordas e estacas”, esta elegante salva, com o seu pé baixo original, é um belo exemplo da introdução da linguagem do renascimento na ourivesaria civil portuguesa, nos inícios do séc. XVI.

Cross-culture
Diversas peças ilustram bem a originalidade, a estética e a riqueza cultural das peças de arte de encomenda portuguesa desde o tempo dos Descobrimentos, da África ao Extremo Oriente – encontro e cruzamento da arte e da cultura portuguesas com a arte e a cultura, as crenças, as tradições, os estilos e as técnicas da Índia, do Ceilão, da China ou do Japão, para nomear apenas alguns dos Países com que mais estreitamente nos ligámos desde o século XVI.
É o caso do “Contador de duas portas” de influência mogol, séc. XVII (Lote 541) e, igualmente, das esculturas indo-portuguesas em marfim, séc. XVIII, representando “Cristo Crucificado” (lote 523) e “Nossa Senhora da Conceição sobre base com Anjos tocando olifantes espiralados” (lote 525).
Outros destaques:
Anel em platina com um notável diamante em talhe de brilhante com o peso aproximado de 5,45 ct. (11,3 x 6,6mm), grau de cor F~G e qualidade segundo certificado VS, acompanhado de certificado emitido por HRD Antwerp, nº J1604677001 (lote 680).
Relógio de mesa musical assinado French, Royal Exchange, Londres, do início do séc. XIX, podendo tocar na hora uma das seguintes sete músicas: “Dashing White Sarj[en]t”, “Tancreda” (obra de Rossini, 1813), “Tyrolese Waltz”, “Portuguese Hy[m]n” (“Adeste Fidelis”, atribuído a D. João IV), “Lancers”, “Spanish Dance” e “Calder Hering” (lote 550).
De referir finalmente os significativos conjuntos de Mobiliário Português e Estrangeiro; Porcelana Chinesa e Europeia; livros antigos e algumas encadernações (lotes 758 a 813); e uma colecção de peças de Alta Decoração (lotes 228 a 326).

Esperando ter o gosto de os receber brevemente, com os nossos melhores cumprimentos,

 

Pedro Maria de Alvim                                    Miguel Cabral de Moncada

Mensagem